domingo, 27 de maio de 2012

Noticias fresquinhas...


Helow amigos
Desculpem o sumiço, estive ocupada por uns dias, ocupada passando ruim...
Minha quimio foi conduzida assim, uma sexta eu fazia a quimio de cisplatina e genzar, duração de 6 a 7 horas, na próxima sexta fazia o reforço, só com genzar com duração de 2 horas e sexta próxima era descanço e recomeçava o ciclo de 3 semanas. Os primeiros 15 dias eram dias de enjôo, vômitos, dores e afins, mas eu tinha uma semana de “folga” e já me dava por satisfeita. Acontece que nos últimos ciclos eu já não conseguia mais ficar bem para o próximo, não conseguia comer, e fui enfraquecendo, primeiro tive que fazer uma intercorrência porque comecei a ter amortecimentos/formigamentos no rosto e mãos, mal conseguia ficar em pé, os exames mostraram que eu estavam sem eletrólitos ( magnésio, potássio,sódio, cálcio), dois dias internada e já voltei a comer. Mas três dias depois, comecei ter a novamente os tais formigamentos, diarréia, vômito, muito vômito, conclusão: nova intercorrência e internação urgente, pois desta vez a perda foi muito maior, estava desidratada, com anemia, imunidade baixa e sem plaquetas, me internaram no isolamento, fizeram uma transfusão de sangue. E lá fiquei eu, sendo furada, aff como sofri. Sofri com a dor, com o medo, com a distância dos filhos, com a abstinência de internet e eu vou contar uma coisa feia. Que só contei  pra Marina, mas que acho que tenho que falar, afinal, o blog tem o intuito de ajudar e as pessoas não podem achar que é tudo azul, ou que eu seja uma mulher-maravilha que enfrenta tudo com destreza e coragem e ainda sai com o penteado impecável ( se bem que careca assim, isso é mole pra mim);
Eu joguei a toalha, desisti, entreguei os pontos, desanimei, surtei. Não como das outras vezes que era só de mentirinha, de verdade verdadeira, eu decidi que ninguém mais ia me furar, me judiar. Ah gente, foi um momento de extrema fraqueza, eu sei, mas não tenho vergonha de ter sentido não. Se tem uma coisa que o câncer me ensinou, e fica a dica para quem quer pular etapas e economizar uma grana em anti-depressivos, é... Não precisamos e não somos super-heróis,  perfeitos e infalíveis, até porque até mesmo eles tem sua “criptonita”; como ser humano podemos chorar, sentir dor, cansaço, tristeza e desilusão, o inadmissível é permanecer inerte neste estado, porém não há mal algum em senti-lo. Não se culpem, não se cobrem, não se martirizem, não se sintam no porão das minhocas, como disse uma amiga do face, tão pra baixo que passa do nível da fossa e chegue ao do pré-sal. Somos seres humanos, e como tal, podemos escorregar, e mesmo assim sermos gente. E nesta quarta-feira feira última, quando eu desisti, não foi nada mais do que cansaço, puro e simples cansaço. Como se a minha atitude, embora covarde, fosse adiantar alguma coisa, aja visto que o processo do tratamento e/ou a falta dele, são igualmente doloridos.
Dra.Sara Regina Scremin
Uopeccan- Cascavel
Na verdade eu só queria parar de sofrer, de viajar tanto pra ir ao médico, de fazer quimio, de sentir dor, de dar trabalho pros outros, de ficar com essa cara de bolacha traquinas, de tremer ao menor sintoma estranho, de viver na corda bamba, de... em...? o que eu disse? Viver na corda bamba? Ops... eu disse a palavra mágica. VIVER... Sim, eu quero viver, então, recolhe a toalha, enxuga as lágrimas, o suor, engole o choro, volta pro ring e bora lutar. Até porque, não tem coisa que mais de força do que a convicção da minha médica Linda ( Dra Sara), quando ela me olha com esse zoião verde, eu mergulho numa paz, numa certeza que tudo está sendo feito, fora que a ameaças em de buscar com policia e tudo em casa; meus filhos, marido e o carinho de "algumas" amigas reais e as fofas do peito.
Voltei a médica na sexta, e devidamente ameaçada e examinada, ela conseguiu que fossem liberados uma tomografia do crânio para investigar freqüentes dores e uma infame bateção na minha cabeça, uns zumbidos, a sensação é que tem um rádio mal sintonizado tocando um  pagode/funk na minha cachola. Farei também uma cintilografia óssea, pois dei pra sentir dores nas pernas e na coluna, vamos investigar se a metástase na coluna avançou pra outros pontos, quanto a isso estou tranqüila, pois indiferente onde esteja a metástase óssea o tratamento é o mesmo que já faço. A cabeça sim me deixa pensativa ( o que é bom sinal, afinal estou a usando direitinho). Inexplicavelmente, estou apreensiva mas não enlouquecida, e essa é outra, das muitas lições da doença. Economize estress, não sofra por antecipação, entãosse, faço os exames na terça, e provavelmente na quinta ou sexta pego resultados e só então, me desespero, choro , escabelo (ops) e resolvo quais os procedimentos a seguir.
Até lá, é muito figado, beterraba, cálcio, muita  alimentação rica em sais minerais, cuidados especialíssimos para não pegar nenhuma doença ou infecção, descanço e oração. Tudo que pelo a Deus Nosso Senhor, é que Ele me livre de todo mal, fortaleça minha fé, minha paciência me dê resiliência e forças pra enfrentar tudo isso, seja lá o que me espera.
Aproveito para agradecer demais Sarinha, Dra Patricia Lesser psicologa ( eu deixo ela doida) e as enfermeiras e atendentes da quimioterapia da UOPECCAN de Cascavel- Pr; 
E é claro o apoio recebido por meus amigos reais e virtuais,todas sempre tão preocupadas tão presentes em minha vida e que me põem pra cima, ( foram milhares e milhares de recados no face rsrsrs)desculpe m o susto, o escorregão e a falta de noticias. 

Beijos enooooooormes.

10 comentários:

Marcia Lucas disse...

E!!!!Lilian que sufoco heim!!!!Só pode ser mesmo um teste de como sofrer neste mundo sem perder a fé!!!Mas vamos lá impossível para né???Tb faço uma biopsia pulmonar dia 5/6, lá vai furadinhas!!!Não posso desistir vou ser avó de uma menina linda!!!!!Vai se chamar Ana Flor!!!Então que venha minha florzinha!!!!Vc!!!Bjs!

Flávio disse...

Oi Prof. Pedagoga!! Estou aqui, mas... sou um tanto covarde para mostrar minha cara em sua porta. Mesmo assim, não cansei de esperar sua volta, continuo, continuo, continuo. beijos....

✿ chica disse...

Puxa, nem sei o que dizer. Só sei que acabo de ler teu post ao meu marido,que está em fase de espera pós radioterapias. Mostrei que existem dificuldades e que pouco a pouco, vão sendo enfrentadas,SEM DESISTIR!!! Vai em frente,fica firme!! Torcendo daqui! beijos,chica

marina da silva disse...

Lilian,
Ufa! Né brinquedo não, mas como disse vc é VIVER até mesmo sem corda bamba, mas nas mãos do nosso Deus.Torcendo e rezando muiiiiiiiiiito por vc. Muiiiiiiiiiiita luz de CURA para ti.
PS: confesso que ri, cara de traquinas e o fuk na cabeça.rsrsrs
Fica bem, já deu certo e como diz a Marina Loureiro vamú qui vamú!

Vera do sullllll disse...

OLá!
Nunca nos disseram que o tratamento ia ser como fazer as unhas... e sim que ia ser difícil...
Então como fomos escolhidas, não sei se pela beleza , simpatia e ou sei lá o QUÊ....temos que enfrentar surtando ou não... Um dia VAI PASSAR e com certeza TEREMOS NOSSA VIDA DE VOLTA!
Bjs MULHER MARAVILHA!

Paula disse...

Lili!
Que bom saber que esta bem, realmente as pessoas as vezes não nos compreendem, não são capazes de ver nossa fraqueza, nossa tristeza, não sabem o que se passa dentro de nós e querem julgar ou aconselhar o que não existe conselho, mas sabemos que a nossa força vem de Deus e que verte pelos nossos poros bem mais do que nossas quimios, por tanto devemos ir em frente mesmo que os obstaculos sejam dificeis força na peruca e paz no seu coração.
Bjokas
Paula.

O SOL do amanhã... disse...

Amada, o que realmente importa é que sempre recolhes a toalha...e enqto a estiver recolhendo, estarás sempre dispostas a continuar lutando e vivendo, não importa qtos tombos a vida nos dá, o importante é levantar de todos eles. E isso vc vem fazendo.
bjos grande

Michelle disse...

Oiê...
Pois é menina, ao contrário da maioria das meninas eu não criei um blog pra falar do câncer... eu sou blogueira faz muuuuuto tempo e louca por decoração, artesanatos e fofuras de casa... Aí qdo recebi o diagnóstico decidi contar por lá o que se passava, sem grandes destaques, pq é assim que eu vejo essa doença uma pedrinha no meu caminho que não pode ocupar minha cabeça mais do que as coisas que eu amo...

Assim que descobri o cancer, encontrei a marina e entrei na comunidade... hoje ela é com certeza uma das minhas melhores amigas, aff não vivo sem ela!!! E vc é mega master ultra famosa lá no grupo né??? Em outubro estarei no encontro 100% de certeza:) bjjjj força aíííí pq vc sabe né "as mina pira... mas passa"...

daniel disse...

Cara de bolacha traquinas ? kkk! Dê um grande bj na dra Sara por mim e por ela tratar de vc com tanta dedicação e carinho. Ela é mesmo bonita por dentro e por fora. E outro em vc, bolacha traquinas.Continue se cuidando e tendo paciencia.

Anônimo disse...

There is certainly no hassle; there are no other things to do aside from putting it
around your waist.

My website Author's external home page...

Postar um comentário

Obrigada por ler o blog, fico feliz que esteja aqui. Deus nos abençoe!!!!