quinta-feira, 2 de setembro de 2010

NORMAL?

Hoje minha amiga Lilian acordou “chefa” rsrsrsrs!
-Oi
Respondi logo
-Oiiii
-dormiu bem amiga?
Ela
Escreve.
Este escreve eu já conheço...rrsrsrsrs
Então vamos lá!
Pra vocês entenderem, novas fases, de Li e minha.
Minha Li vivendo o que eu já vivi, e eu vivendo o que ela já viveu!
Li mastectomia, eu Taxol.
Incrivelmente é assim que seguimos, parece que tudo já estava calculado, uma passa antes da outra e ficamos trocando informações.
Acreditem vocês ou não, hoje do que menos falamos é de tratamento, câncer, mastectomia, drenos, “defeitos colaterais”.
Disse” menos falamos”, mas ainda falamos..rsrsrs!
O escreve da Li , foi, porque na terça quando voltei da minha quimio, já chego em casa e todos falam...
-Por favor manda noticia pra Li!
E eu corro né, pra manter todos satisfeitos e principalmente minha amiga tranqüila!
E só pra variar..ta ela esperando ansiosa, sentada em frente ao note, por noticias minhas!
Tudo tranqüilo, realmente a taxol pra mim esta sendo a Disney!!!
Só que eu precisava contar pra ela, mais uma das nossas jornadas Hospital das Clinicas de POA.(Nossas , porque é minha e do Dé, kkkkk, ele só não faz os procedimentos , mas participa ativamente dos momentos de diversão..rsrs)
Loucura falar diversão, ir pra uma sessão de quimio, mas gente,é serio , me senti culpada quando Li pedia que eu parasse, porque ela não conseguia parar de rir e , pra quem tem pontos pós cirúrgicos rir fica meio incomodo...!!
Ai vai. Quem estiver com paciência, pode ler, talvez não seja tão engraçado pra vocês. Mas pensem nas pessoas , se deparando com uma paciente em tratamento quimioterápico, sem cabelos dando gargalhadas!

No HCPA, Existe um complexo que é o Centro de Tratamento Psiquiátrico. Fica pertinho do caminho para a quimio. Fica no meio das arvores, num prédio bem simpático, onde tem vários bancos . Como eu teria que entregar o papel na recepção pra encaminhar meu medicamento, meu querido Dé disse: -vou te esperar ali fora no banco ok? –
-Tudo bem.
Foi rápido e eu logo voltei. E o Dé estava mesmo se ajeitando no tal banco, meio as arvores.
Um moço se aproximou dele e pediu licença pra sentar Tb. Dé muito educado ,afirmou com a cabeça.
E eu observando em passos lentos.
Pra minha surpresa e do Dé, o moço se acomodou quase, pensem num quase colo do Dé.
Ele deu um espaçinho , e o moço foi junto. Eu parei! Rsrs , fiquei observando.
Mais um apareceu e ficou na frente do Dé com olhos fixos nele. O Dé me olhou de longe e fez um movimento de quem não estava entendendo. Neste momento me chamou com as mãos.
E eu ouvi do meu lado um rapaz, residente de medicina que me fala.
-São pacientes psiquiátricos, mas fique tranqüila senhora, eles são calmos.
Pronto, eu comecei a rir, gargalhar e o Dé la, me olhando sem entender, e eu pensei, falo pro moço que o que esta me fazendo sinais é que me traz pras quimios? É aquele que me cuida? Resolvi não arriscar, afinal vim ali pra quimio, e não queria ficar em tratamento psiquiátrico não é? Afinal normal agora ,pra nós é tudo que for anormal!!E quem vem pra quimio com um maluco?rsrsrs
Só pra finalizar, o Dé só se deu conta de onde ele estava, quando uma moça se aproximou dele , e pediu o isqueiro emprestado, e quando ele viu cadarços do tênis  da moça amarrados uns nos outros. Então resolveu ler a plaquinha que estava naquele prédio simpático! CENTRO DE TRATAMENTO PSIQUIATRICO!
E EU SIGO RINDO FEITO DOIDA!!!!!!


Li posso deixar a historia do pum do velhinho pra próxima?Pra amanhã? Afinal eu senti remorso de tu não ter dormido depois, rindo de lembrar!!!(ta bom chefa?)
kkkkkkkkkkkkkkkkkk

5 comentários:

Cristina disse...

Lilian e Bibi, fico contente em saber que vcs estão bem e essas histórias são engraçadas mesmo, nessa nossa trajetória nos deparamos com muitas delas... isso nos ajuda, alivia um pouco tanto stresss não? Um abraço!

Lilian disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lilian disse...

Cris, o hospital onde me trato não é tão pitoresco, mas sempre acontece algo engraçado, triste, sabe como é, são pessoas que estão no começo do caminho que ja trilhamos, outros na luta ainda. Toda vez que uma de nós duas vamos a quimio, é um sufoco, a espera de noticias; nossas familias já são uma da outra e todo mundo se preocupa. O André (Dé marido de Bibi) é um querido, se preocupa comigo, faz perguntas ao médico da Bi sobre o meu caso, a Bibi nem se fala...Acho que o Dr. Rodrigo me conhece mais que meu Dr. Fábio. Enfim, eu tive dores horrorosas, meu medo era dela sentir também, em vez disso ela toda animada, contando essas histórias, e ainda tem a do velhinho...Eu implorava para ela parar, e ela tagarelando, enfim ela teve pena dos meus pontos e calou a matraca, mas quem diz que eu dormia, deitada eu ria sozinha, imaginando a cena do Dé ser confundido com um doido, ter sido acusado injustamente( vide história do velhinho)...
Ah, e essa história de chefinha, é porque eu tenho que ficar no pé dela pra ela postar, até parece que tem quem mande nessa pessoa... Pessoa que amo tanto...

plentz13 disse...

Olha cada coisa que eu leio aqui que minha amiga Bibi escreve parece que estou vendo ela na minha frente contando.....
Apesar da distância entre nós você não mudou nada ! Continua a mesma pessoa MARAVILHOSA que eu conheci a anos atrás e ALTA ASTRAL !!!
Sheila Plentz

camila disse...

hehhh
quase qu o De fica
devtr sido muito engraçado
hhehhhe

Postar um comentário

Obrigada por ler o blog, fico feliz que esteja aqui. Deus nos abençoe!!!!